Serviços de impressão 3D: Conheça os mais comuns e saiba como eles funcionam

Os serviços de impressão 3D têm se mostrado extremamente úteis em diversos aspectos. Muito utilizados nos mais variados segmentos, apresentam diferenciais extremamente benéficos para qualquer um que decida utilizá-los.

Dessa maneira, os serviços de impressão 3D são fortemente procurados por diversos consumidores, desde indústrias, comércios e até mesmo clientes finais. Para saber quais os tipos de impressão, como elas atuam e qual é indicada para cada caso, confira este artigo!

O que é a impressão 3D?

Para entender melhor, a impressão 3D é um tipo de fabricação que foca na construção de objetos camada por camada. A primeira impressora criada para realizar esse tipo de serviço foi do norte-americano Chuck Hull em 1983 e foi intitulada “Aparelho para Produção de Objetos Tridimensionais por Estereolitografia. 

Ele definiu a estereolitografia como um método para fabricar objetos sólidos sucessivamente “imprimindo” camadas finas de material curável ultravioleta uma sobre a outra.

Porém, nos dias de hoje muitos processos mudaram, e com a impressão 3D não foi diferente. Atualmente, é possível utilizar as impressoras 3D para criar projetos tirar do papel produtos em desenvolvimento, fabricar ferramentas, peças de uso final, etc.

Como funciona a impressão 3D?

Para que os projetos sejam devidamente fabricados por uma impessora 3D, é necessário criar um modelo virtual 3D compatível com o processo selecionado.

Após criar o modelo, é necessário fazer a preparação e conversão do arquivo para o padrão aceito pelas impressoras 3D. No entanto, muitos preferem terceirizar essa etapa para que tais processos sejam feitos. A intenção desse ato é que, caso a corporação não tenha o valor necessário para investir em equipamentos, pelo menos contará com o suporte de profissionais devidamente treinados.

Maiores benefícios da impressão 3D

Por ser muito procurada, é fácil perceber que a impressão 3D é algo que agrega inúmeros benefícios para quem a utiliza. No entanto, mesmo que muitas pessoas notem diferenciais, nem todas conseguem distingui-los. Portanto, confira quais são:

  • Diminuição de custos;
  • Otimização de recursos;
  • Competitividade;
  • Melhor aproveitamento de tempo;
  • Detalhamento preciso;
  • Personalização de peças.

Quando a impressão 3D é utilizada, nota-se uma grande diferença nos custos. Afinal, não é necessário investir uma grande quantidade de dinheiro em projetos mirabolantes e que nem sempre surtem o efeito desejado.

Além disso, a impressão é 3D uma ótima escolha, afinal promove imensa facilidade e ótimas possibilidades, bem como garantir maior assertividade em projetos e demais produtos.

Outra grande vantagem de utilizar a impressora 3D e que e algo que muitas pessoas notam, é em relação aos detalhes. Com outros processos de fabricação mais antigos, nem sempre é possível obter o resultado desejado. Até mesmo porque, as funcionalidades eram mais precárias e não havia uma ampla opção de tecnologias. 

Assim, com a impressora 3D, pode-se garantir detalhes precisos e muito próximos do que realmente será o projeto quando for posto em prática. Por fim, a personalização das peças é algo que também agrada a todos aqueles que procuram pela impressão 3D. Isso porque ela permite que detalhes sejam adicionados e a futura impressão se adéque ao máximo dentro daquilo que procura.

Principais tipos de impressão 3D

É possível encontrar uma grande variedade de tecnologias dentro dos serviços de impressão 3D. Afinal, ela não possui somente uma categoria. Isso, logicamente, é um ótimo ponto positivo, já que colabora para que os consumidores tenham uma margem maior de opções. Confira!

1. Filamento fundido – FDM ou FFF

Uma das técnicas mais comuns, procuradas e conhecidas dentro dos serviços de impressão 3D, é o de filamento fundido. Por conta da alta procura que tem, o custo é menor, a fabricação é mais simples.

Porém, é importante ter em mente que se você é uma pessoa que está procurando uma riqueza extrema de detalhes, talvez esse tipo não seja o mais adequado para tal finalidade. De qualquer maneira, é uma ótima opção.

2. Estereolitografia – SLA e DLP

Essa técnica foi desenvolvida por Chuck, o criador da impressora 3D. Entre os tipos de impressão, este consiste na utilização de um laser que solidifica a resina líquida. Neste caso a  peça passa por um tratamento de cura após a impressão.

O acabamento superficial tende a agradar muitos consumidores. Além disso, para quem necessita de detalhes, é uma das melhores opções.

3. Sinterização Seletiva a Laser – SLS

Nos serviços de impressão 3D com a tecnologia SLS permite que objetos sejam criados a partir da utilização de matéria prima em pó, como nylon, por exemplo

Esse tipo de impressão 3D consegue  fundir as partículas do material em pó e formar camadas da peça. No resultado final, é possível observar um trabalho de altíssima qualidade e resistência.

4. Sinterização Direta de Metal a Laser – DMLS

Como o próprio nome já diz, esta tecnologia utiliza como matéria prima uma ampla gama de metais em pó. 

De qualquer maneira, uma das principais vantagens da DMLS, é a possibilidade clara de objetos complexos serem criados. Importante frisar que essa ação seria impossível a partir da utilização dos modelos tradicionais de impressão. 

5. Polyjet

A técnica Polyjet é a mais semelhante às impressões que utilizam jato de tinta. Assim, a mesma peça pode passar por impressões com cores, texturas e demais detalhes diferentes. Além disso, o acabamento é um dos mais impecáveis, fazendo com que qualquer pessoa fique surpreendida pela riqueza de detalhes e capricho.

Por conta disso, se torna uma das melhores tecnologias  de impressão 3D e também a que oferece o melhor resultado final. Com tais informações, se torna muito mais fácil escolher o tipo mais indicado para cada situação e assim encontrar uma empresa profissional no ramo.

Fale com a Muv para mais informações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *