Como promover a inovação na pequena indústria em meio a tanto desafios?

Um erro muito comum de grande parte dos gestores é achar que um negócio pequeno não precisa de inovação. Entretanto, a inovação na pequena indústria pode garantir ótimos resultados a médio e longo prazo. Tudo isso faz com que ela se fortaleça e tenha maiores possibilidades de atingir os níveis de crescimento de empresas consolidadas no mercado.

Por que a inovação na pequena indústria é tão importante?

É fato que as pequenas indústrias precisam investir, principalmente em inovação. Afinal, a inovação é um dos fatores que aumenta a produtividade da empresa e faz com que os colaboradores se sintam mais engajados e motivados para atingir resultados satisfatórios.

Ainda assim, muito além dos colaboradores, a inovação colabora para que, mesmo se tratando de uma indústria pequena, que ela esteja à frente dos concorrentes e possa ter maior visibilidade dentro do seu mercado de atuação.

Um dos fatores de maior empecilho

Uma das coisas que mais ocorre, é algum indivíduo achar que não é necessário investir em uma empresa já que ela é pequena. Entretanto, esse é um preconceito enraizado de achar que pequenas indústrias não possuem capacidade o suficiente para inovar e oferecer algo diferenciado ao público.

Infelizmente, a ideia de incapacidade das pequenas indústrias é algo que vem, muitas vezes, por parte dos próprios proprietários e gestores. Algumas vezes, a incerteza ou o medo de pensar que a inovação é um gasto supérfluo pode ser um fator determinante para o fracasso sem volta.

O preço da inovação

Como dito anteriormente, a inovação não pode jamais ser considerada um gasto supérfluo. Ademais, é possível fazer isso sem gastar nenhum centavo. Logicamente, é sempre eficaz contratar uma empresa terceirizada que possua profissionais adequados para auxiliar na inovação na empresa. Este pode ser um ótimo começo.

Ainda assim, se esse não é o caso da empresa, não é necessário se desesperar. Para isso, basta seguir dicas simples e que realmente serão muito eficazes para implementar a inovação na empresa em todos os aspectos. Veja!

1. Saiba demonstrar que se importa com as pessoas

Saber valorizar as pessoas não exige nenhuma quantia em dinheiro. Independente de quem seja (clientes, colaboradores ou fornecedores), todos estarão envolvidos na transformação da empresa. Uma das maiores vantagens de uma pequena indústria, é que ela possibilita o contato mais próximo com clientes finais.

Por isso, é muito mais fácil prestar um atendimento diferenciado e mostrar que a sua empresa, mesmo que pequena, possui ótimas condições de suprir todas as necessidades dos clientes. Mesmo quando o assunto é em relação aos fornecedores e principalmente colaboradores, é preciso saber antever as necessidades.

Por exemplo, é possível aplicar uma pesquisa de satisfação, ouvir opiniões, saber o que acham do desenvolvimento da empresa, etc. É comum que ótimas ideias surjam de conversas trocadas com pessoas que muitas vezes nem imaginamos.

Portanto, dar voz para as pessoas que estão vendo o serviço “de fora” pode ser a melhor opção para iniciar uma inovação na pequena indústria. Além disso, essa demonstração pode ser em forma de:

  • Um ótimo atendimento;
  • Agilidade;
  • Chamar a pessoa pelo nome;
  • Oferecer múltiplos canais de atendimento;
  • Excelente pós-venda.

2. Não foque somente em qualidade

Um serviço pode ser de ótima qualidade, mas não apresentar diferencial nenhum. De fato, o início da inovação na pequena indústria, pode passar preocupação e a sensação de estar perdido. Porém, é sabido que os consumidores estão cada vez mais exigentes e atentos quanto ao tratamento que recebem, o produto que compram, seus direitos, etc.

Logo, se apegar somente em prestar um serviço ótimo, mas sem apresentar nenhum diferencial, pode não ser tão eficaz assim. A boa notícia é que quando paramos de nos preocupar tanto, as ideias surgem do dia para a noite e passar na frente de um grande concorrente pode ser mais fácil do que se imagina.

Dessa forma, quanto mais aberta a empresa for para inovações, ideias, criatividade e diferencial, mais nesse caminho ela será direcionada e melhores serão os produtos, o marketing, atendimento e diversos departamentos.

3. Permita-se errar

Errar é humano e não há um ser na história que não tenha cometido um erro pelo menos uma vez na vida. É preciso entender que durante o processo de inovação na pequena indústria, erros podem ocorrer e não há nenhum problema nisso, desde que uma lição seja aprendida com eles.

Isso significa que ter vergonha de um erro e jogá-lo para baixo do tapete, pode ser uma péssima escolha. Outro tipo de atitude que não convém com a inovação na pequena indústria, é tentar achar um culpado e, de fato, culpar alguém e castigar.

Como se trata de inovação, não são todas as ideias que serão eficazes à primeira instância. Afinal, a intenção é que todos aprendam juntos e adquiram uma ótima e vasta experiência sobre o que pode, o que não pode e o que deveria ser feito. Ao errar, siga os seguintes passos:

  • Não tente achar um culpado;
  • Aprenda com os erros;
  • Tire sempre a melhor lição;
  • Aprenda com a equipe, nem que ela seja você mesmo;
  • Siga adiante.

4. Aceite o diferente

Ter uma mente aberta é um ótimo requisito para dar início à inovação na pequena indústria. Simplesmente rejeitar algo por não fazer parte das suas crenças, modo de pensar, forma de agir e demais crenças, só atrasa o caminho para o sucesso e crescimento do negócio.

Afinal, é preciso assumir a postura da empresa e saber entender a maior necessidade dela. Deixar os gostos pessoais de lado e pensar no bem maior da corporação, é uma ótima forma de colocar em prática as melhores e mais inovadoras ideias.

5. Planeje-se

Por fim, planeje-se. Mesmo que erros devam ser aceitos e o diferente também, a inovação na pequena indústria não anula o fato de que é necessário haver planejamento. Isso significa que é preciso colocar todas as ideias no papel, observar o que precisa mudar, quais os objetivos precisam ser atingidos e, assim, garantir uma ótima estratégia voltada para inovação na pequena indústria.

Assine a newsletter e receba novos conteúdos sobre o assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *