Gestão da manutenção: Aprenda a aplicá-la na sua indústria

Um ditado antigo, mas muito realista, é que é melhor prevenir do que remediar. Por esse motivo, a gestão da manutenção tem um papel tão importante dentro de qualquer empresa, principalmente para aquelas que utilizam de maquinários para cumprir com seu quadro de produtividade, assim como as indústrias.

Mas, o que de fato, é a gestão de manutenção?

Diferente do que se pensa, a gestão de manutenção não é difícil de entender. Afinal, o processo visa supervisionar o funcionamento dos recursos técnicos presentes no ambiente. Além dos recursos permanentes que ela supervisiona, como as máquinas, instalações, ferramentas, entre outros, também visa evitar:

  • Paradas repentinas na produção;
  • Quebra de equipamentos;
  • Gastos desnecessários.

Logo, é correto afirmar que as empresas que ainda não aplicam a gestão da manutenção, não estão cuidando devidamente de seus equipamentos. Dessa maneira, a probabilidade de sofrer com falhas é muito maior. 

Problemas mais comuns causados pela falta de gestão da manutenção

Uma empresa que prefere negligenciar a gestão da manutenção pode-se considerar na zona de risco para qualquer eventualidade que venha a acontecer. Afinal, é preciso garantir que todos os equipamentos estão funcionando da melhor forma.

Equipamentos que não são gerenciados, não passam por nenhuma manutenção e também não são acompanhados de perto, tendem a fazer com que a empresa tenha um gasto muito maior que o necessário, bem como um nível produtivo mais baixo.

Como se isso já não bastasse, existem outros problemas que são causados pela ausência da gestão da manutenção:

  • Atrasos na entrega de produtos;
  • Gastos indevidos;
  • Maiores índices de insatisfação;
  • Queda repentina no lucro da empresa;
  • Perda de contratos e de funcionários.

Por isso, é extremamente importante estar sempre atento à gestão da manutenção. Ademais, essa prevenção é uma garantia de que a empresa conseguirá atuar no mercado de uma forma mais tranquila, produtiva e focada. 

Benefícios de implementar a gestão da manutenção

Assim como tudo aquilo que visa oferecer cuidado para a empresa, com a gestão da manutenção não é diferente. Afinal, é possível notar uma série de benefícios que podem colaborar para o crescimento acelerado da empresa, bem como lucros satisfatórios. Confira a seguir alguns deles:

1. Diminui tempo ocioso

É muito comum que os colaboradores fiquem com o tempo ocioso e inativo quando os equipamentos não estão funcionando da forma mais adequada. Isso, sem sombra de dúvida, resulta em uma perda financeira considerável para a corporação.

Aliás, a gestão da manutenção serve para evitar justamente que isso ocorra. Por isso, ao realizá-la, é possível manter todos os equipamentos funcionando de forma adequada e, mesmo quando é necessário realizar alguma manutenção, é necessário planejá-la para um momento onde não haja nenhum empecilho para a produtividade da equipe.

2. Reduz a frequência de reparos e os gastos 

Se for colocar tudo na ponta do lápis, é possível observar claramente que realizar uma gestão da manutenção é a forma mais adequada de reduzir gastos e a frequência com que as manutenções são feitas.

Isso significa que, com uma gestão adequada, é perfeitamente possível reduzir a quantidade de manutenções para com os equipamentos

3. Aumento da durabilidade do equipamento

Quem tem uma indústria sabe o quanto é caro para mantê-la em perfeito funcionamento. Mesmo quando ela oferece ótimos lucros, ainda assim é complicado ter que investir dinheiro em um equipamento novo somente porque ele não ganhou o cuidado necessário.

Dessa maneira, o preço que se paga pela gestão da manutenção, é ínfimo perto do preço que seria investido para substituir uma grande quantidade de materiais. Por isso, é importante dedicar a devida atenção ao equipamento e evitar que ele sofra com possíveis problemas que podem fazer com que seja necessário substituí-lo.

Como implementar a gestão da manutenção?

Mesmo que pareça muito difícil, implementar a gestão da manutenção em uma empresa pode ser um ato simples. Logicamente, é preciso atenção aos detalhes e saber qual é o momento certo de agir. Porém, com dicas de fácil entendimento, é possível obter ótimos resultados.

Afinal, mesmo que seja necessário realizar uma manutenção de forma profissional e com indivíduos capacitados para tal, a gestão da manutenção pode ser mantida por mais tempo a partir do momento em que a empresa como um todo está mais engajada para cuidar de seu patrimônio.

Veja, portanto, a seguir, dicas de como implementar a gestão da manutenção.

1. Modernize-se

Saber como utilizar as novas tecnologias à favor da empresa é algo realmente muito importante. Um exemplo disso é a impressão 3D. Ocorre que muitas vezes uma empresa ainda possui máquinas antigas e que, para repô-las, é preciso desembolsar um valor muito alto.

Além disso, há toda uma questão de logística, que envolve a demora de chegada do produto, a importação, etc. Já com a impressão 3D, é possível resolver esses complexos problemas relacionados à manutenção e fabricação de peças de máquinas de maior antiguidade.

A inovação é algo muito importante na gestão da manutenção, já que colabora para que os processos sejam otimizados e não haja uma grande quantidade de gastos.

2. Saiba qual tipo de manutenção contratar

Na hora de avaliar os equipamentos, é preciso que, dentro da gestão da manutenção, seja possível descobrir qual o tipo adequado. Ou seja, entre a manutenção preventiva, preditiva e a corretiva, é preciso descobrir qual é a que mais se adapta no caso da empresa.

3. Converse com os colaboradores

Em todos os locais há pessoas que se engajam mais e outras menos. De início pode não parecer, mas esse é sim um problema para a gestão da manutenção. Afinal, é preciso que a equipe também esteja motivada e engajada a cuidar dos equipamentos como se fossem seus.

Portanto, incutir a ideia de cuidado e mostrar a importância de ter um ambiente profissional em perfeito funcionamento, é uma das formas mais adequadas de colaborar para com a gestão da manutenção e tornar o ambiente mais organizado, com menos problemas de produtividade e com materiais e equipamentos bem cuidados.

Sobre a gestão da manutenção

Por fim, a gestão da manutenção pode ser implementada em uma empresa a partir de passos simples, mas de muita valia, durante o dia a dia. Mesmo que seja começando aos poucos, é importante não ficar parado e correr o risco de quebrar a produtividade da empresa e também os seus lucros.

Esteja sempre por dentro das novidades! Assine a newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *